marmita 1 semana

Na última semana, 250 viandas foram disponibilizadas para pessoas em situação de vulnerabilidade!

Estamos felizes com o resultado, mas entendemos que, para muitos, esta tem sido a única refeição do dia.

Cardápios diversos compõem o prato, porém a dupla básica arroz e feijão se faz presente em todos!

Entenda o processo

Cada restaurante, engajado nesta causa, monta as viandas com os alimentos que não foram comercializados até o momento do encerramento das atividades ao público.

Prato Sagrado - Como funciona

O proprietário ou um funcionário pega uma embalagem e passa ao longo do buffet, montando a quentinha que, em seguida, será retirada para ser consumida.

Quem está se alimentando?

Neste primeiro momento, fizemos uma parceria com a comunidade de imigrantes que residem em Lajeado.

Eles estão organizados, com cadastros em dia na prefeitura. Vários estão desempregados.

Um levantamento dos mais necessitados do grupo foi feito pelo representante do grupo, o qual destina para quem deve ser ofertado o alimento.

Qual o valor de uma marmita?

Cada quentinha é vendida, pelo restaurante, ao valor de R$5,00.

Para a manutenção do projeto, é fundamental o apoio da comunidade através da doação de valores nos restaurantes conveniados (clique aqui para saber quais são) ou ainda por meio de depósito bancário na conta do Rotary Club Lajeado Integração (clique para doar).

O que muda com a sanção da lei que permite a doação de comida pelos restaurantes?

Como não havia objetivo de lucro desde o início da proposta, tudo permanece igual.

Entendemos que o custo de produção e embalagem dos alimentos deve ser ressarcida ao restaurante. “É uma questão de sustentabilidade da classe”, considera Ana, a idealizadora do projeto.

Tags:

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *